EnglishPortugueseSpanish

Mestra Vânia Oliveira – Artesã

IOV  –  ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DE FOLCLORE E ARTES POPULARES

Conhecida como: Mestra Vânia Oliveira

Atividade reconhecida: Mestre Artesã

Registro: Livro de Tombo nº 05, à folha 26 frente, a partir de 1 de outubro de 2015, conforme a Lei nº 6.513, de 22 de setembro de 2004, alterada pela Lei nº 7.172, de 30 de junho de 2012.

Histórico: Há 31 anos, Vânia Maria Oliveira Santos vem dedicando sua vida ao artesanato e a reciclagem em Alagoas. Seu trabalho é marcado pela busca incessante de valorização e preservação do meio ambiente e das tradições da cultura popular, seja por meio do uso de seus elementos mais tradicionais ou mesmo pela “ousadia” de inseri-los no redesenho de produtos de fácil aceitação pelo público consumidor comum.

Sua produção artesanal é marcada pela forte presença de elementos que nos remete aos mais diversos tipos de manifestações populares, da tradição e costumes, do erudito ao mais contemporâneo. No colorido e na simplicidade do acabamento de suas peças facilmente identificamos seu entusiasmo pela valorização e preservação das brincadeiras e fazeres populares: o chitão, o jogo, a dança, o traçando, os espelhos, a modelagem e até a oralidade estão presentes em seu trabalho, tratados de forma bem brejeira e marcante.

Sua agilidade inventiva criativa é sem limites e surpreendente. Seus objetos de papel, modelagens, trançados da palha da taboa, personagens, bordados, cenários de festas populares, livros de pano, estandartes, chapéus de guerreiro, são símbolos sociais e culturais do que está ameaçado de desaparecimento ou extinção. Já as suas peças artesanais produzidas a partir de “reciclados”, decorativas ou utilitárias, carregam uma mensagem de esperança para o futuro: consciência e criatividade, redução do consumo, reutilização do lixo e colaboração com a preservação do planeta.

O que podemos constatar por meio de currículo, portfólio de atividades desenvolvidas e das diversas homenagens recebidas, é que durante todos esses anos Vânia Oliveira vem contribuindo muito com a cultura alagoana. Sua produção artesanal, sua forma de transmitir conhecimento e de difundir o artesanato alagoano até se confundem pelo jeito simples, brejeiro, comprometido e amoroso, de ser e fazer.

Contato: +55 82  996058912

Email: Vm_oliveira@hotmail.com

Instagran @vaniarte

 

Fonte: Ascom Secult

Mestra:  Vânia Oliviera

Nomeada e outorgada  “MESTRA IMORTAL” IOV Brasil em 15 de setembro  de 2020.

 

NOTÍCIAS – ALAGOAS

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo

Segunda, 21 Setembro 2020

 

Artesã Vânia de Oliveira é declarada Mestra Imortal do Brasil

Reconhecida por seu trabalho, agora ela pertence a Galeria dos Imortais da Cultura Brasileira

 

Texto de Letícia Cardoso

Com o colorido do chapéu de guerreiro, há 38 anos a Mestra Artesã e Patrimônio Vivo de Alagoas, Vânia de Oliveira, marca a história artesanal local referenciando o folguedo e fortalecendo a profissão.

Em mais um reconhecimento, ela acaba de receber um importante título: agora é Mestre Imortal do Brasil. O mérito foi dado pela primeira vez no país pela Organização Internacional de Folclore e Artes Populares (IOV World) – filiada à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) – pelo trabalho desempenhado por Vânia ao longo dos anos. 

“Recebi a notícia com muita surpresa. Fiquei orgulhosa e honrada em ter sido escolhida na primeira vez que foi decidido realizar essa homenagem no país. Agora, me sinto ainda com mais responsabilidade em lutar sempre pelo maior reconhecimento do artesanato alagoano e divulgar a nossa cultura”, expõe a agora Mestra Imortal.”

O título passou a ser entregue no Brasil, para artesãos, apenas em 2020, mas já acontece em outros segmentos desde o século XX – como os da Academia Brasileira de Letras, por exemplo. Isso significa que, agora, a alagoana Vânia de Oliveira passa a pertencer a Galeria dos Imortais da Cultura Brasileira. 

“A Mestra é reconhecida pelo público e tem uma história de dedicação pela arte. Por isso ela foi escolhida para receber este título, um projeto oficial da IOV. Assim, criamos um futuro para preservar o passado”, pontua Clerton Vieira, presidente da IOV Brasil. Junto à alagoana, Mestre Almeida, do Ceará, também foi homenageado. 

O trabalho dos artesãos em Alagoas é difundido e promovido pelo programa Alagoas Feita à Mão, do Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). O objetivo é criar ações que contribuam para a geração de renda e qualidade de vida dos artistas locais. As principais atividades são focadas nas participações de feiras e eventos nacionais, divulgação do catálogo comercial do artesanato alagoano e mapeamento e identificação das oficinas dos artesãos.