EnglishPortugueseSpanish

Presidente de Honra – Maria Nazaré do Ó Ribeiro

IOV  –  ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DE FOLCLORE E ARTES POPULARES

Esta  Galeria  de Honra  é a maior homenagem da IOV Brasil para  a atuação dos “Mestres e Mestras”  do Folclore e das culturas populares tradicionais do Brasil.  Fortalecer e divulgar os saberes e fazeres, reconhecer e valorizar os ilustríssimos  Mestres(as)  e conceder aos  homenageados contemplados o título e certificado de “Mestres imortais  IOV  e ou de “Reconhecimento pela Manutenção das Culturas Populares e Tradicionais do Brasil”.

Os Mestres Imortais da IOV Brasil  são pessoas de grande experiência e conhecimento nos saberes e fazeres tradicionais, com reconhecimento da comunidade onde vivem e atuam, dedicados às expressões das culturas populares e tradicionais.

O objetivo dessa  HOMENAGEM  é reconhecer a atuação do Mestres (as)  das tradições  folclóricas  e da Cultura Popularl, que tanto contribuíram e ainda colaboram para o fortalecimento da identidade cultural brasileira. 

A história se faz de momentos. A Organização Internacional de Folclore e Artes Populares – IOV Brasil  carregará a partir deste ano de 2020  o orgulho e a responsabilidade pela  criação  desta galeria de Honra batizada de “MESTRES IMORTAIS”. E tendo como presidente de Honra a ilustríssima senhora NAZARÉ DO Ó, Mestra do Carimbó do estado do Pará.

 

Mestra  Imortal IOV Brasil:   Nazaré do Ó

-Licenciada em  Artes Práticas- Técnicas Comerciais,  Educação Artística e Artes Plásticas.

– Pós Graduada em  Literatura Infantil e Juvenil com  especialização em Educação Ambiental.

– Nascida na cidade e Soure,  Pará, neta  de índios e franceses, veio para Belém com dois meses de idade. Aos treze anos, passou a ter contato direto com a cultura popular através de sua mãe e avó índia com a qual aprendeu muito sobre o folclore, porém ainda muito jovem não compreendia muito bem, mais apreciava com muita atenção e gosto pelas artes tradicionais.

Mais tarde quando adentrou a Universidade se aprofundou no estudo sobre folclore, onde através de muitas pesquisas e vivências apresentou como conclusão de curso seu trabalho musical mais especificamente com músicas regionais como: xote e carimbó, criando a partir daí o grupo Musical Águia Negra, onde seu esposo é interprete de suas músicas, no ano seguinte a pedidos do público, criou o Grupo Parafolclórico “ VAIANGÁ “ ambos participaram e foram vencedores do Festival  “1º Canto das Águas do Mel”  em Iraí/RS- 1986 com a Música “O Ver-O-Peso “, trazendo assim para Belém o Troféu POMONA.

Em 1993 gravou o LP intitulado Saudades da Minha Terra com musicas inéditas e com a participação de outros interpretes e compositores como: Maria Luiza Paiva do Ó (sua mãe), Lourenço Franco (cunhado), João Ribeiro (esposo) e Francisco Martins (sobrinho).

Desenvolveu os Projetos Culturais envolvendo a música, a dança e o teatro: Integração e ação I, II, III e IV no período de 1988 a 1993; Prevenção com arte no período de 1996 a 2000; Som do Pau Oco de 2002 a 2004; Chapéu de Palha e Saia Rodada de 2007 a 2008 e Fundou em Belém no ano de 2000 as Rodas de Carimbó. Ainda no ano de 2000 foi homenageada pela Associação de Mulheres de Negócios com destaque na Cultura e em 2006 foi homenageada como mulher destaque na Cultura pelo Jornal “O Estado“.

Foi Reconhecida como Mestra de Carimbó pelo Minc no ano de 2007 em Brasília durante a participação no Seminário Nacional de Culturas populares.

Em 2008 foi Homenageada pela Câmara Municipal de Belém com O Mérito Cultural e Patrimônio de Belém.

Participou do documentário Mestres da Cultura em 2006. Em 2017 participou da gravação do CD “ A Bença “ com grupo Lauvaite Penoso onde gravou as músicas “ Rolou Curimbó e a Dança do Carimbó “. Atualmente participou do Programa “É do Pará” sendo homenageada como mestra de cultura popular do estado do Pará, juntamente com outras mulheres destaques na área musical.

Participou dos seguintes Festivais Nacionais e Internacionais:

– 1º Festival de Arte na Praça- Poços de Caldas/MG- 1988

– 1º Canto das Águas do Mel- Iraí/RS- 1989 Festival Nacional Seichonoiê do Brasil- Fortaleza

– Festival Nacional Seichonoiê do Brasil- Salvador/BA

– Xº Festinfolk – Santos/SP- 1996 XXXVII

– Encontro Nacional de Folguedos – Teresina/PI-2013

– Circuito Junino Princesinha do Sertão – Caxias/MA – 2013

– Festival de Música Terruá Pará- 2013 Encontro Internacional de Etnias – Itapema/SC – 2017

– Encontro Internacional de Etnias – Itapema/SC

 – 2018 Festival Internacional Rota do Sol- Paraíba- 2017

– Festival Internacional Rota do Sol – Paraíba – 2018

– I Congresso IOV Brasil- Nova Petrópolis/RS- 2018

– 47° Festival Internacional de folclore de Nova Petrópolis- RS- 2019

– 6° Congresso da Juventude Mundial IOV– Nova Petrópolis/RS– 2020

– Encontro do Folclore IOV Brasil Online– Fortaleza/CE- 2020

– Encontro do Folclore América online- Fortaleza/CE- 2020

 – Live do Weltberfest- Nova Petrópolis-2020

– É Associada à Fumbel, Fundação Cultural do Pará, (AGDAF) Associação de Grupos Folclóricos do Pará e IOV.

Homenagem: da IOV Secção Brasil a   Mestra:  Maria Nazaré do Ó Ribeiro